segunda-feira, 26 de maio de 2014

Autorizado teste em humanos para vacina contra dengue







O Brasil começa a avançar no desenvolvimento da vacina contra dengue com a autorização concedida pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para o início das etapas de pesquisa clínica.
     No dia 16 de agosto, em comunicado especial, o Instituto Butantan foi autorizado a começar a fase dois de estudo do imunobiológico em 300 voluntários, durante 5 anos. Nessa fase objetiva-se a análise da segurança e da resposta imunológica desenvolvida pelas pessoas que receberão a vacina, a qual pretende prevenir a população contra os quatro sorotipos da doença (1,2,3 e 4)
     Os testes, embora no momento sejam realizados em número limitado e relativamente baixo de pessoas, oferecerão base para a ampliação da pesquisa para um público maior, em larga escala na chamada fase três de estudo. A vacina se aprovada em todas etapas de pesquisa clínica com sucesso poderá ser registrada e utilizada para a população, e além de atender a demanda nacional, ser exportada.
     A nova vacina começou a ser pesquisada à 7 anos pelo Instituto Butantan, contando com a construção de um laboratório piloto, banco de células e de vírus dos quatro sorotipos da dengue.

     Outras vacinas, candidatas ao tratamento e prevenção da dengue estão em pesquisa em outros países e por laboratórios privados. Além do Butantan, o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos Bio-Manguinhos, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), está na busca pelo desenvolvimento da vacina, desde 2009 com apoio do Ministério da Saúde, em parceria com o laboratório privado GSK.

Sem comentários:

Publicar um comentário